DONS ESPIRITUAIS

“Irmãos, quanto aos dons espirituais, não quero que vocês sejam ignorantes.”

1 Co 12:1

 

Definição:

Dons espirituais são capacitações divinas distribuídas pelo Espírito Santo a todo crente, segundo os desígnios e a graça de Deus par a o bem comum do corpo de Cristo (1 Co 12:11).

 

Alguns valores importantes:

SERVIR É UM MANDAMENTO BÍBLICO - Gl 5:13. A disposição para o serviço não é facultativa, e nem representa uma atitude caridosa. Servir é uma questão de submissão ao ensinamento de Jesus Cristo.

CADA CRENTE TEM PELO MENOS UM DOM ESPIRITUAL – 1 Co 12:11. Quando experimentamos o novo nascimento em Cristo, recebemos em nós o seu Espírito Santo, que nos concede dons espirituais para o exercício do ministério para o qual fomos criados. Ninguém pode dizer que não possui dom algum.

TODOS OS CRENTES SÃO CHAMADOS PARA SEREM MINISTROS E SACERDOTES – 1 Pe 4:10. Se todo crente possui um dom espiritual, todo crente tem um ministério a exercer e deve ser considerado um ministro do Senhor. Ninguém foi criado apenas para "apoiar" o ministério de outra pessoa. Deus criou cada um de nós com um ministério específico, único e singular.

O SERVIÇO É UMA FORMA DE ADORAÇÃO, E A ADORAÇÃO GLORIFICA A DEUS - 1 Pe 4:11. A meta final de todo serviço é a glorificação do nome de Deus, e nunca o proveito próprio.

O EXERCÍDIO DO MINISTÉRIO PROMOVE A EDIFICAÇÃO DA IGREJA – Ef 4:11-12. Todo ministério precisa ser exercido sem se perder a visão de Reino, a edificação de todo o corpo.

NENHUM CRENTE TEM TODOS OS DONS – 1 Co 12:28-30. Todos precisamos uns dos outros.

PRESTAREMOS CONTA AO SENHOR DE COMO OS NOSSOS DONS FORAM USADOS – 1 Co 5:10. Recebemos dons espirituais para usá-los na glorificação de Jesus e no crescimento e edificação da Igreja. Se ignorarmos tais dons, os "escondermos", ou o utilizarmos para proveito próprio, estaremos sendo maus administradores daquilo que recebemos do Pai, e seremos cobrados por isso.

NENHUM MINISTÉRIO É MAIS IMPORTANTE DO QUE OUTRO – 1 Co 12:7. O zelador, a professora, a cozinheira, o tesoureiro, o pastor, a recepcionista... todos desempenham ministérios igualmente importantes e necessários para o corpo de Cristo. Precisamos uns dos outros para completar a plenitude de Cristo. Carecemos daquilo que não temos para que o corpo de Cristo seja equilibrado e saudável.

UNIDADE NÃO É CONFORMIDADE – Ef 4:3-5. A unidade não é alcançada por sermos semelhantes, mas por temos a mesma visão. É inútil qualquer tentativa de moldar nossa personalidade tentando nos assemelharmos uns aos outros. A graça de Deus é multiforme, e ela se revela a nós de maneiras diferenciadas. Tentar "padronizar" os membros de uma igreja seria como violentar a ação criadora de Deus. Precisamos aprender a respeitar e conviver com as diferenças, sem perder a unidade do corpo de Cristo.

DIVERSIDADE NÃO É DIVISÃO – 1 Co 12:4-6, 25. Cada um tem seu dom, seu ministério, seu chamado, mas o Espírito é o mesmo, o propósito é um só. Sermos diferentes não significa que é cada um por si. Somos um corpo, membros uns dos outros. E tudo o que um fizer ou deixar de fazer, influenciará na vida do outro. Viver em união é caminhar juntos rumo a um mesmo propósito.

AS PESSOAS PRECISAM SERVIR EM LUGARES SIGNIFICATIVOS, CUMPRINDO UM PROPÓSITO SINGULAR – Rm 12:4. Servir a Deus com alegria é o nosso ideal, e isso só será possível se estivermos no lugar certo. O trabalho cristão não pode ser visto como uma "cruz" pesada, pelo contrário, o serviço é um privilégio, e traz um grande sentido de contentamento e realização. Por isso, servir não implica simplesmente em ocupar algum “cargo” na igreja, muito mais do que isso: é um estilo de vida!

A CONTRIBUIÇÃO SINGULAR DE CADA PESSOA EM UM MINISTÉRIO FARÁ DIFERENÇA NO REINO, COM IMPLICAÇÕES PARA A ETERNIDADE – 1 Co 10:58. A característica principal de um trabalho frutífero é a transformação de uma vida ou de todo um grupo. O serviço existe para impactar, edificar, transformar, construir, abençoar, refletir a glória de Cristo, e mudar uma determinada realidade. Não é mera ocupação, é ministração.

CADA CRENTE TEM ALGO PARA DAR E ALGO PARA RECEBER NO CORPO DE CRISTO, ESTABELECENDO RELACIONAMENTOS INTERDEPENDENTES – Rm 12:5. O modelo bíblico de relacionamento não é alicerçado na dependência unilateral, nem na independência centrada do “eu”. Nosso desafio é reaprender a nos relacionarmos de maneira interdependente e saudável – suprindo-nos uns aos outros.

CADA PESSOA É NOTA "10" EM ALGUMA ÁREA, NINGUÉM É NOTA "10" EM TUDO – Ef 4:16. Não é justo depositar no líder da igreja, a expectativa de que ele saberá fazer todas as coisas concernentes ao Reino de Deus. O pastor (bem como os bispos, presbíteros, anciãos, diáconos, e todos os “obreiros”) ocupam funções de liderança, mas não detêm todos os dons e, com certeza, são limitados em algumas áreas. É aí que entra a interdependência do corpo.

DONS SEM AMOR NÃO CUMPREM OS PROPÓSITOS DE DEUS – 1 Co 13:1-3. Deus não está tão preocupado como o quê fazemos, mas sim com o espírito em que servimos. Se usarmos ao máximo nossos dons espirituais, mas não tivermos amor, não agradaremos a Deus nem daremos uma contribuição importante ao seu Reino.

 

Não confunda dons com:

a)  Talentos = capacitações divinas naturais dadas por Deus a todas as pessoas. 

b)  Frutos do Espírito = virtudes espirituais; conseqüência da maturidade espiritual de cada crente (Gl 5:22-23), reflete o caráter de Cristo em nós. 

c)  Disciplinas espirituais = práticas que nos ajudam a crescer na fé e desenvolvem em nós o caráter de Cristo (oração, contribuição, testemunho, estudo...) 

d)  Posições no ministério = cargos ou funções que exercemos na igreja e que nem sempre correspondem diretamente ao dom espiritual que possuímos. Ex. um Líder de Grupo Familiar pode não possuir o dom de liderança, mas o de pastorado, encorajamento, ensino ou outro... 

 

DONS ESPIRITUAIS MENCIONADOS NAS ESCRITURAS:

No Novo Testamento, temos quatro textos que falam diretamente sobre os dons: Rm 12:6-8, 1 Co 12:8-10, 1 Co 12:28 e Ef 4:11.  Estas quatro listas dos dons espirituais encontradas na Bíblia não são idênticas; elas variam em seqüência e conteúdo, o que nos ajuda a deduzir que não se trata de uma lista “fechada”. A experiência cristã e alguns exemplos bíblicos nos dão base para deduzir que existem outros dons além dos 19 citados nos textos acima. Celibato, martírio, pobreza voluntária e libertação são alguns exemplos.

Temos também outros quatro textos na Bíblia que falam de dons de maneira indireta: 1 Sm 18:6 (Comunicação Criativa/Música/Louvor/Artes), Ex 31:3-4 (Artesanato/Trabalhos Manuais), Cl 1:9 (Intercessão) e I Pe 4:8 (Hospitalidade).

Veja abaixo, uma descrição resumida de cada um desses 23 principais dons encontrados nas Escrituras:

 

1.        

Dom espiritual: Evangelismo - Ef 4:11

Característica: Levar as boas novas. É a habilidade para comunicar eficazmente o evangelho aos descrentes de modo que possam responder em fé, tornando-se discípulos de Jesus. É a capacitação divina para falar de Cristo aos não crentes com clareza e convicção. As pessoas com esse dom buscam oportunidades para conversar sobre assuntos espirituais; desafiam as pessoas a darem um passo de fé e a se tornarem discípulos de Jesus.

 

2.        

Dom espiritual: Apostolado - 1 Co 12:28, Ef 4:11

Característica: Apóstolo significa “enviado com uma mensagem”. É a capacitação divina para plantar novas igrejas e supervisionar seu desenvolvimento e crescimento. Habilidade para iniciar e supervisionar o desenvolvimento de novas igrejas ou ministérios – missionário pioneiro. As pessoas com este dom adaptam-se a culturas diferentes e desejam ministrar às pessoas não alcançadas em outras comunidades ou países. Obs: Entendemos que o “Dom do apostolado” aqui descrito diferencia-se do título de apóstolo dado aos 12 discípulos de Jesus (At 1:13 e 21), e também dos líderes eclesiásticos que se auto-intitulam apóstolos como expressão de hierarquia em determinada denominação neopentecostal. Utilizamos tão somente o significado do termo para definir este dom.

 

3.        

Dom espiritual: Administração - 1 Co 12:28

Característica: É a capacitação divina para organizar e gerenciar pessoas, recursos, detalhes e eventos. É a habilidade para entender o que faz uma organização funcionar e para planejar e executar tarefas visando alcançar os alvos do ministério. As pessoas com esse dom coordenam as várias responsabilidades para executar planos e alcançar alvos.

 

4.        

Dom espiritual: Liderança - Rm 12:6-8,

Característica: É a capacitação divina para estabelecer uma visão e direcionar pessoas para o cumprimento desta visão. As pessoas com este dom providenciam direção para o povo de Deus e para o ministério e motivam outros a usarem suas habilidades.  

 

5.        

Dom espiritual: Serviço, socorro, auxílio - 1 Co 12:28, Rm 12:6-8

Característica: É a capacitação divina para realizar tarefas práticas e necessárias que liberam, apoiam e suprem as necessidades de outros. As pessoas com este dom servem nos bastidores; sentem o propósito de Deus nos afazeres cotidianos; alegram-se em saber que o seu serviço possibilita que outros façam o que Deus os chamou para fazer.  

 

6.        

Dom espiritual: Artesanato - Ex 31:3-4

Característica: É a capacitação divina para elaborar ou construir criativamente itens a serem usados no ministério. As pessoas com este dom trabalham com madeira, tecido, tintas, metal, vidro e outras matérias-primas; são hábeis em várias ferramentas artesanais.  

 

7.        

Dom espiritual: Comunicação criativa - 1 Sm 18:6, Sl 150

Característica: É a capacitação divina para comunicar o Evangelho de forma criativa, através de diferentes formas de arte. As pessoas com este dom desenvolvem e utilizam habilidades artísticas como teatro, literatura, música, pintura, dança, etc, para atrair pessoas e expressar a mensagem de Deus. 

 

8.        

Dom espiritual: Operação de milagres - 1 Co 12:8-10, 1 Co 12:28

Característica: É a capacitação divina para autenticar a mensagem de Cristo com milagres e intervenções sobrenaturais. As pessoas com este dom reconhecem que Deus é a fonte dos milagres e encaminham outros a um relacionamento com Ele.  

 

9.        

Dom espiritual: Discernimento - 1 Co 12:8-10

Característica: É a capacitação divina para distinguir entre a verdade e a mentira, o certo e errado, o bem e o mal. As pessoas com este dom conseguem discernir os espíritos, identificam atitudes enganosas em outras pessoas com precisão e sabedoria; reconhecem se uma mensagem é autêntica e podem sentir a presença do mal. Separar, distinguir, discernir.

 

10.    

Dom espiritual: Sabedoria - 1 Co 12:8-10

Característica: É a capacitação divina para entender a direção de Deus nas diferentes situações da vida e compartilhar essa compreensão de forma clara e simples. As pessoas com este dom providenciam soluções dadas por Deus em meio a conflito e confusão; sabem explicar o que fazer e como fazer. Visualizam as conseqüências, discernindo os próximos passos a ser tomados.       

11.    

Dom espiritual: Conhecimento - 1 Co 12:8-10

Característica: Saber, conhecer. É a capacitação divina para trazer a verdade ao corpo de Cristo pelo entendimento bíblico. As pessoas com este dom estudam as Escrituras para extrair verdades; adquirem conhecimentos que não são obtidos por meios naturais; organizam informações para ensino e uso prático.  

12.    

Dom espiritual: Ensino - 1 Co 12:28, Rm 12:6-8, Ef 4:11

Característica: É a capacitação divina para entender, explicar e aplicar a Palavra de Deus. As pessoas com este dom comunicam verdades bíblicas com clareza; dão atenção à  precisão e aos detalhes; investem longo tempo em estudo e reflexão. 

13.    

Dom espiritual: Encorajamento, exortação - Rm 12:6-8

Característica: Estar ao lado. É a capacitação divina para fortalecer, consolar ou estimular os que estão desanimados ou frios na fé. As pessoas com este dom desafiam, consolam ou confrontam os outros a fim de que confiem e esperem nas promessas de Deus.  

14.    

Dom espiritual: Contribuição - Rm 12:6-8

Característica: É a capacitação divina para contribuir com valores e recursos para a obra do Senhor, com alegria e liberalidade. Pessoas com este dom limitam seu modo de viver para poderem contribuir o máximo possível; suprem necessidades de pessoas e ministérios para que haja crescimento espiritual. 

15.    

Dom espiritual: Hospitalidade - 1 Pe 4:8

Característica: É a capacitação divina para cuidar de pessoas providenciando amizade, cuidado, hospedagem, alimento, comunhão e aconchego. Pessoas com este dom criam um ambiente amigável para que outros se sintam valorizados e cuidados; deixam as pessoas à vontade em ambientes desconhecidos.  

16.    

Dom espiritual: - 1 Co 12:8-10

Característica: É a capacitação divina para agir à luz das promessas de Deus com confiança, não duvidando de sua capacidade para cumpri-las. As pessoas com este dom crêem nas promessas no Senhor e estimulam outras a fazerem o mesmo. 

17.    

Dom espiritual: Dons de curar - 1 Co 12:8-10, 1 Co 12:28

Característica: É a capacitação divina para ser um instrumento de Deus na restauração de pessoas. Pessoas com este dom autenticam a mensagem de Deus pela cura milagrosa através da oração, toque ou palavra. 

 18.

Dom espiritual: Intercessão - Cl 1:9

Característica: É a capacitação divina para orar regularmente por outras pessoas. As pessoas com este dom têm consciência e oram pelas batalhas espirituais que estão sendo travadas diariamente; agem com autoridade e poder na proteção espiritual de outros.   

19.    

Dom espiritual: Misericórdia - Rm 12:6-8

Característica: É a capacitação divina para ajudar, com alegria e de forma prática, àqueles que sofrem ou passam necessidades. As pessoas com este dom expressam amor, graça e dignidade àqueles que enfrentam dificuldades; preocupam-se com assuntos sociais que oprimem o povo (é a compaixão em ação). 

20.    

Dom espiritual: Variedade de línguas - 1 Co 12:8-10, 1 Co 12:28

Característica: É a capacitação divina para falar em um idioma desconhecido. Pessoas com este dom expressam em palavras o q nunca aprenderam, uma mensagem que edifica o corpo. 

21.    

Dom espiritual: Interpretação de línguas - 1 Co 12:8-10

Característica: É a capacitação divina para compreender a mensagem de alguém que fala em línguas. As pessoas com este dom edificam a igreja, interpretando uma mensagem vinda de Deus.  

22.    

Dom espiritual: Pastorado - Ef 4:11

Característica: É a capacitação divina para cuidar, nutrir e guiar pessoas à maturidade espiritual. Pessoas com este dom assumem a responsabilidade de auxiliar outras em sua caminhada com Deus; estabelecem confiança por meio de relacionamentos duradouros; lideram e protegem aqueles sob o seu cuidado. 

23.    

Dom espiritual: Profecia - 1 Co 12:8-10, 1 Co 12:28, Rm 12:6-8, Ef 4:11

Característica: É a capacitação divina para anunciar a Palavra de Deus com autoridade, para o entendimento, a correção, o arrependimento ou a edificação, com implicações imediatas ou futuras. As pessoas com este dom expõem pecado ou engano em outras para que haja reconciliação; percebem verdades que outras não vêem, desafiam os ouvintes ao arrependimento e à obediência. Este dom pode se manifestar através de pregação, palavra de revelação, sonhos, visões, etc... 

 

A igreja precisa de você – não porque há vagas ou cargos a preencher, mas porque em seu ministério e através dele, a graça de Deus é liberada a outros e os Seus propósitos são cumpridos.

O desenvolvimento de um espírito de servo é algo que flui naturalmente do relacionamento pessoal com Jesus Cristo. Seu ministério surge quando você se torna um seguidor totalmente consagrado ao Líder de sua vida. Deus infundirá em seu coração o amor para executar o ministério para o qual foi convocado, desde que você permaneça Nele e Ele permaneça em você (Jo 13:35).

Deus criou você, deu salvação, colocou uma Paixão Ministerial no seu coração e um Estilo Pessoal que, aliados ao seu Dom, o identificam com um ministério. Ele prometeu autoridade, poder e a sua presença contínua à medida que você se dispõe a servi-lo. Há algo mais que Ele precisaria fazer por você? Creio que não. Então o que falta para que você comece ou intensifique o seu servir?

Enquete
    Enquete
Nosso novo SITE está no "forno". O que você mais gostaria de encontrar por aqui:




votar - ver resultados

    Mural

fernando: bom dia irmãos, fiquei por muitos dias e horas na internet buscando informações para entender e ter uma opinião formada em relação a crise politica que vivemos , cheguei a seguinte conclusão , não adianta sair as ruas pedir o fim da corrupção , fora A ou fora B , temos que sair sim , mas para clamar a DEUS sua misericórdia sobre nós pois tudo o que acontece está sob sua permissão , se as coisas estão difíceis é DEUS nos avisando , TEMOS QUE BUSCAR A MELHORA EM DEUS QUE SABE DO QUE REALMENTE PRECISAMOS , E NÃO EM HOMEM NENHUM , me recordo que uma vez saímos para clamar a DEUS nas entradas e saídas de nossa cidade , será que não está na hora de sairmos novamente em clamor a DEUS ??? ESSA CRISE É RESULTADO DE MUITA OBSTINAÇÃO GENERALIZADA VAMOS REFLETIR ??? VAMOS AGIR ??? VAMOS PARA RUA CLAMAR ??? ou vamos esperar achando que nós mesmos vamos resolver ???

Servo do Altissimo : Estava eu, olhando o site dessa igreja e dentro de mim surgiu um sentimento tão gostoso, senti saudade. Saudade de não estar mais tão perto, de nao estar mais servindo como antes, de não estar mais louvando, adorando e aprendendo mais sobre o Deus que tudo pode. Ah se eu pudesse faria tantas coisas diferente, falaria e teria outros atos para conservar e ampliar a distância entre eu e essa igreja, que por tanto tempo religou eu a Deus. Ahh mas como somos falhos, deixamos levar por coisas futéis, pequenas, coisas que nos tiram o foco, deixando a visão desfocada, assim saimos do caminho que nos leva a Salvação. Como ja previa o profeta, até os jovens cansam e caem. Mas irmãos, mantenha firme no Senhor, olhe para o alvo, olhe para o Snehor que é de onde vem o socorro, olhe para Deus e corra para os braços DELE, onde há força, onde a esperança nao acaba, Ele é o Senhor, o Senhor de Todas as coisas. Escolhi por um tempo vender os meus ministérios para Satanas, troquei as veste de principe, por veste de luto, veste sujas, troquei a liberdade por uma escravidão, mas ela, a escravidão nao foi eterna, pois o Senhor de todas as coisas vive para Sempre, e os que estão na mãos dele nunca sai de lá, sou a prova disso, quando o meu alvo deixou de ser Cristo, e quando meu caminho não levaria a Cristo sentia que meu caminho não era ali, me perguntava: Meu Deus onde estou? Porque estou aqui? Oh Deus me ajuda, mas ele estava ali, de braços abertos para me abraçar e sorrir para mim. Oh Deus nunca me Deixou, o Espirto Santo começou a incomodar meu coraçao, podia ouvir filho, seu lugar não é aqui. Ahh como ele é Gentil, hoje voltei para a Casa para ser Casa novamente, casa do Senhor. Casa que ajuda a me ligar com Deus, me ensina, me leva a adorar o Deus, o único Deus, ALELUIA. Amada Igreja mantenha o foco em Cristo, amados pastores, vocês são um canal de benção, para todos nos, ovelhas do rebanho de Cristo. É um prazer fazer parte desse corpo, corpo únido, corpo sadável. Sendo igreja.

ENTRELÍDERES: Terça, dia 19 de Janeiro, teremos nosso primeiro encontro de 2016. Contamos com a presença de todos que ocupam alguma função de liderança na igreja. Será um tempo muito importante de comunhão, oração e compartilhamento. Não percam!

Alexandre - Rede Ministerial: Alexandre, recebemos seu recado e enviamos o material solicitado por email, mas o email voltou. Favor reenviar endereço para entrarmos em contato. Deus abençoe.

fernando: sim estamos vivendo os ultimos dias do governo humano na terra.A cada dia que se passa vemos a falência dos pilares humanos : Político , comércio , e religioso. Por isso é muito importante sabermos o que nosso Deus tem reservados p os que creem nele de verdade. (Mateus 6:10)=venha o teu reino , seja feita a tua vontade , assim na terra como no céu. (Daniel 2:44)=na época desses reis ,o Deus dos céus estabelecerá um reino que jamais será destruído e que nunca será dominado por nenhum outro povo ,destruirá todos os reinos daqueles reis e os exterminará , mas esse reino durará para sempre. (salmo 72:12)= Pois ele liberta os pobres que pede por socorro,os oprimidos que não têm quem os ajude.(Isaías 33:24)= Nenhum morador de Sião dirá: "estou doente!" E os pecados dos que ali habitam serão perdoados.(João 5:28,29)=Não fiquem admirados com isto,pois está chegando a hora em que todos que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão;os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados. O entendimento da palavra de Deus nos ajuda a entender o que acontece hoje e o que está por vir....Deus nos abênçoe a todos.

Deixe seu recado

    SIGA NO TWITER
 Jesus, em todos os lugares, de todas as formas... Jesus, everywhere, in all forms... Jesús, por todas partes, en todas sus formas... Gèsus, partout, sous toutes ses formes... Yesu, bisika nionso, na ba ndenge nionso... Yisu, bifulu biakulu, ye mu mpila zakulu...